segunda-feira, 6 de abril de 2015

À Morte Ninguém Escapa, M.J.Arlidge




«Um thriller macabro e de leitura imparável.» - Sunday Mirror
«Espantoso.» - Richard Madeley, apresentador britânico de televisão
«M. J. Arlidge criou uma heroína genuinamente nova… não nos poupa a nenhum dos detalhes mais sombrios, tecendo-os numa teia que arrepia o leitor até aos ossos.» - Daily Mail
«Tão bom como Jo Nesbø.» - Judy Finnigan, apresentadora britânica de televisão

----

Um, Dó, Li, Tá, já editado em Portugal pela Topseller, catapultou M. J. Arlidge para o Top 10 dos autores de thrillers/policiais mais bem-sucedidos em 2014, superando nomes bem conhecidos dos leitores portugueses como John Le Carré (8.º). Cedendo apenas para autores já habituados a posições cimeiras, como James Patterson (1.º) ou Jo Nesbo (5.º), o autor britânico tem conseguido críticas que o colocam, atualmente, como um dos autores do género mais desejado.

À Morte Ninguém Escapa (Topseller l 320 pp l 17,69€) é o segundo livro do autor a chegar às livrarias nacionais e promete deixar os amantes do género agarrados à leitura. A Topseller disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata, aqui.


SINOPSE

O corpo de um homem é encontrado numa casa vazia. O seu coração foi arrancado e entregue à família.  A detetive Helen Grace sabe que esta não será a última vítima de um assassino em série. Os media chamam-lhe Jack, o Estripador, mas ao contrário: este mata homens de família que vivem vidas duplas e enganam as suas mulheres.

Helen consegue pressentir a fúria por detrás de cada assassínio. Mas o que ela nunca conseguirá prever é quão volátil na realidade este assassino é. Nem o que a aguarda no final desta caça ao homem.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Uma Morte I,possível, Ian Rankin - Divulgação

No dia 10 de abril, a Porto Editora publica Uma Morte Impossível, um novo thriller de Ian Rankin, o escritor que já recebeu por quatro vezes o Dagger Award, e ainda o Grand Prix du Roman Noir, o Edgar Award para melhor romance e o British Book Awards Crime Thriller of the Year.
Uma Morte Impossível dá continuidade a Uma Questão de Consciência (2009), o primeiro livro do autor protagonizado pelo inspetor Malcom Fox, e ao estilo a que Ian Rankin já nos habituou: um policial complexo, com diálogos cortantes e um enredo credível e atual.






Uma Morte Impossível
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 448
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04428-0
Idioma: Português


Malcom Fox, inspetor do Departamento de Assuntos Internos, e a sua equipa estão de volta. Desta vez, acabam de ser enviados a Fife para averiguar possíveis ligações de polícias locais a uma investigação em curso, que tem como alvo um agente corrupto do Departamento de Investigação Criminal, o detetive Paul Carter. Carter é acusado de conduta imprópria, sendo que a denúncia foi feita pelo próprio tio, também agente da polícia. No entanto, o que à partida parece um caso simples depressa se complica, e a teia de conspirações e encobrimentos adensa-se quando um brutal assassinato vem a lume, comprometendo toda a investigação.

Uma Morte Impossível é um livro envolvente, que vem provar, uma vez mais, a razão por que Ian Rankin é considerado um dos escritores de policiais mais brilhantes de língua inglesa.
Críticas de imprensa
«Para mim, Fox [é uma personagem que] funciona. [...] É mais silencioso do que Rebus e mais prudente, mas não menos complexo […] Por isso, que se danem os céticos: este romance é tenso, compulsivo e extremamente gratificante.»
The Guardian


«Um livro viciante e brilhantemente escrito, que se lê de um só fôlego.»
Peterborough Evening Telegraph


«Um extraordinário policial tendo como protagonista Malcolm Fox, o novo herói de Ian Rankin.»
Daily Record





terça-feira, 31 de março de 2015

De zero a dez, Margarida Fonseca Santos - OPINIÃO


OPINIÃO:
O que se pode dizer deste livro?
Diferente! Diferente, acho que é a palavra correcta!
Uma narrativa cheia de emoções, onde a primeira pessoa impera para nos contar uma história, uma história que nem todos entendem, alguns sentem, outros ainda tentam ajudar - Artride Rematóide - eis essa doença invisível que faz sofrer quem a sente!
E é assim que Margarida Fonseca Santos, na sua linguagem bela e directa chega-nos ao coração e faz com que o leitor reflicta sobre o outro...
Adorei!

Sinopse

Esta é uma história sobre a dor crónica, esse mal constante e invisível, que afeta tantas pessoas. É igualmente um livro terapêutico, onde os caminhos e as estratégias para lidar com problemas de saúde crónicos se revelam a cada passo. É, sobretudo, um livro com esperança por dentro.

Leonor é uma mulher a braços com uma doença crónica, que, durante muito tempo, a deixa sem saber como avançar para lá das dores, sem saber como conviver com o cansaço da dor e com a dor do cansaço. Leonor vê a sua vida espartilhada por condicionantes que influenciam o dia-a-dia, nas mais pequenas coisas, mas também o futuro.
É através da ajuda dos amigos e de uma relação equilibrada com o seu médico que reencontra uma vida a que pode chamar sua, onde a felicidade e o empenho no trabalho passam a ser uma realidade concreta, possível e enriquecedora, uma vida onde a dor deixa de ser o centro.


segunda-feira, 30 de março de 2015

Um pouco sobre o Autismo...


Porque muitas vezes não sabemos explicar às nossas crianças o que é o autismo, fica aqui um vídeo para judar.

Feira do livro... ela está quase aí...


O Diário de Mary Berg



«Esta extraordinária e arrepiante memória é uma leitura essencial para todas as pessoas.» - Independent
«Um dos relatos mais dramáticos e devastadores sobre a Segunda Guerra Mundial… Um livro corajoso e inspirador.» - The New Yorker
«Um registo impressionante do terrorismo.» - Kirkus Reviews

--

Dramático e impactante, O Diário de Mary Berg, que chega às livrarias nacionais no dia 30 de março (Vogais l 352 pp I 19,99€), foi o primeiro relato a revelar a verdade sobre o Holocausto.

A Vogais disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata, aqui.

Em 1939, no dia do seu décimo quinto aniversário, enquanto as forças nazis apertavam o cerco sobre Varsóvia, Mary Berg começou a escrever este diário. Nesse momento, ela ainda não sabia que, quatro anos depois, teria preenchido 12 cadernos com as suas memórias do terror nazi, recordando com detalhes vívidos alguns dos mais importantes e dramáticos acontecimentos do século XX.

Desde o cerco das forças alemãs a Varsóvia até à final, e brutal, supressão da Insurreição do Gueto, Mary Berg documenta a provação dos refugiados, a luta diária pela sobrevivência, os recrutamentos forçados de judeus, as deportações e o heroísmo dos lutadores da Resistência que se ergueram contra a opressão alemã.

Libertada através de uma troca com um prisioneiro dos Aliados, Mary Berg levou consigo os cadernos que escrevera durante quatro anos. Ao fazê-lo, deixou-nos um dos documentos mais extraordinários da Segunda Guerra Mundial: publicado originalmente em 1945, este diário foi o primeiro a revelar a verdade sobre o Holocausto, um dos capítulos mais negros da História contemporânea.

A AUTORA

Sobrevivente do Holocausto, Mary Berg (1924–2013) foi libertada do Gueto de Varsóvia em 1943, refugiando-se com a sua família nos Estados Unidos da América.


Foi ali que, com a ajuda do jornalista S. L. Shneiderman, organizou os 12 cadernos que escreveu enquanto esteve presa no gueto de Varsóvia, produzindo esta obra, originalmente publicada em 1945, e que a Vogais agora edita, pela primeira vez, em Portugal.

O Único e incomparável IVAN, Katherine Applegate


«A autora faz uma poderosa afirmação sobre a forma como os animais são tratados - aqueles que são criados em cativeiro - e relembra os leitores que todas as criaturas merecem um lugar seguro para viver. As belas ilustrações de Patricia Castelao realçam esta adorável história, e as personagem conquistam os corações dos leitores. Imperdível!» 
- School Library Journal


Uma história comovente sobre a força da coragem, O Único e Incomparável Ivan (Booksmile | 320 pp | 13,99€ | 11+) é baseado em factos reais e representa um despertar para a forma como os animais selvagens são tratados em cativeiro.

O livro venceu inúmeros prémios, entre os quais a John Newbery Medal 2013, um dos mais importantes e mundialmente prestigiados galardões de literatura infantojuvenil. Já foi traduzido para dezenas de línguas e, recentemente, a Disney comprou os direitos de adaptação ao cinema.

A Booksmile disponibiliza os primeiros capítulos para leitura aqui.

Ivan é um gorila e vive há largos anos num Centro Comercial. Ele já se habituou aos humanos que todos os dias o observam do lado de lá das paredes de vidro que o rodeiam. Raramente sente saudades da vida na selva. Ivan ocupa-se com a amiga Stella, uma elefante idosa, e com Bob, um cão vadio que gosta de o visitar. Mas, sobretudo, Ivan gosta de pensar nos seus desenhos e na melhor forma de pintar o sabor de uma manga ou o som das folhas, com lápis coloridos e traços perfeitos. Até ao dia em que conhece Ruby: uma elefante bebé que fará com que o Ivan veja o seu lar e a sua arte com outros olhos. A chegada de Ruby proporciona grandes mudanças — e cabe a Ivan fazer com que as coisas mudem para melhor…

O Único e Incomparável Ivan teve um grande impacto nos EUA, por ser baseado na história real de um gorila de dorso prateado, que passou vinte e sete anos sem ver outros animais da sua espécie, enjaulado num Centro Comercial onde animais selvagens eram obrigados a atuar diariamente para os visitantes. Com o passar dos anos, começou-se a compreender melhor as necessidades e o comportamento dos primatas. Por isso, o desconforto do público para com a solidão e o isolamento de Ivan cresceu também, sobretudo depois de este ter sido alvo de um documentário da National Geographic, intitulado The Urban Gorila. O Centro Comercial fechou e Ivan juntou-se ao maior grupo de primatas em cativeiro nos Estados Unidos, no Zoo de Atlanta. Ivan tornou-se um dos animais mais célebres do seu jardim zoológico, não só pela sua incrível história mas também pelas suas pinturas únicas, e aí viveu até 2012, ano em que faleceu com cinquenta anos de idade.



Katherine Applegate é uma escritora norte-americana multipremiada, que já vendeu mais de 40 milhões de livros em todo o mundo. A sua obra infantojuvenil é vasta e já lhe granjeou inúmeros prémios. É por isso com orgulho que a Booksmile dá a conhecer aos leitores esta autora ainda inédita em Portugal. Katherine Applegate vive na Califórnia com o marido, os dois filhos e uma variedade de animais de estimação muito amados, ainda que excêntricos. Mais sobre a autora em: www.katherineapplegate.com

quinta-feira, 26 de março de 2015

Só se ama uma vez, Johanna Lindsey - Divulgação




Sinopse: 

Regina Ashton já recusou tantos pretendentes à sua mão que a alta-sociedade londrina a considera uma snobe sem coração. Não podiam estar mais enganados. Órfã desde cedo, Regina é a sobrinha superprotegida de Lord Edward e Lady Charlotte Malory, a quem é muito difícil agradar. Aos olhos dos tios, nenhum dos jovens candidatos é suficientemente bom. Cansada de tão infrutífera busca, a jovem sai de casa numa noite escura, decidida a informá-los de que não pensa casar… nunca! Mas o seu plano coloca-a no sítio errado à hora errada, e é raptada por engano. A sua ira perante a arrogância do raptor, Nicholas Eden, vai inesperadamente dar lugar a sentimentos contraditórios de paixão e vergonha. Aquela noite não mais lhe sairá da cabeça. 



O Visconde Nicholas Eden também tinha um plano: dar uma lição à sua amante descontente, raptando-a ao abrigo da noite. Não contava enganar-se na pessoa e arruinar a reputação de uma menina de família. Mas agora, movido pelo desejo mais desenfreado que alguma vez sentiu, é a custo que reconhece que nunca poderá casar com Regina, apesar do escândalo que paira sobre eles. 



Implacável, é o destino que os uniu a afastá-los irremediavelmente, ainda que ambos saibam que um amor assim só se vive uma vez… 



Sobre a autora:
Johanna Lindsey já vendeu mais de cinquenta milhões de exemplares das suas obras, traduzidas em doze línguas. Tendo escrito mais de quarenta romances (todos eles um sucesso de vendas), é uma das escritoras românticas mais conhecidas no mundo inteiro. Os seus romances históricos abrangem todo o tipo de épocas e lugares, desde a Idade Média ao Velho Oeste americano, mas a série que mais sucesso lhe granjeou foi a saga da família Malory, do período da Regência.


quarta-feira, 25 de março de 2015

Não sou esse tipo de miúda, Lena Dunham - Divulgação



A OBRA MAIS DIVERTIDA DO ANO 

Os anos noventa tiveram Bridget Jones 

A primeira década do novo milénio teve Carrie Bradshaw de O Sexo e a Cidade 

Agora é o momento de Lena Dunham 


Lena Dunham, a aclamada criadora, produtora e protagonista da série GIRLS, surpreende-nos com um divertidíssimo, sábio e sincero conjunto de reflexões pessoais que a convertem numa das mais talentosas jovens escritoras da atualidade. Em Não Sou Esse Tipo de Miúda, a autora aborda as experiências típicas de quem está a entrar na vida adulta: apaixonar-se, sentir-se só, pesar cinco quilos a mais não obstante só ingerir alimentos saudáveis, ter que falar numa sala repleta de homens com o dobro da sua idade ou encontrar o amor verdadeiro. Uma obra criativa e inteligente, que capta de forma notável a comédia que tantas vezes se esconde nos acontecimentos mais comuns do dia a dia. 



Lena Dunham é uma autora norte-americana famosa pela série de televisão Girls, da qual é, para além de protagonista, criadora, produtora e realizadora. Com esta série, foi nomeada para oito Emmys e ganhou dois Globos de Ouro, incluindo o de Melhor Atriz. Em 2013, foi considerada uma das Personalidades do Ano pela revista Time. Foi a primeira mulher a ser distinguida com o Directors Guild of America. Não Sou Esse Tipo de Miúda tornou-se um bestseller e foi considerado um dos melhores livros do ano pelas publicações The New York Times, Globe and Mail, Library Journal e Buzzfeed. Tem direitos vendidos para 26 países. Lena Dunham vive em Brooklin, Nova Iorque. 



Joana Avillez é uma ilustradora de talento reconhecido. Os seus trabalhos aparecem regularmente em publicações como The New York Times, New York Magazine e The Wall Street Journal. Para informações adicionais visite o sitehttp://www.joanaavillez.com






Uma Fortuna Perigosa, Ken Follet - Divulgação



Coleção: Grandes Narrativas
Nº na Coleção: 601
Data 1ª Edição: 18/03/2015
Nº de Edição: 1ª
ISBN: 978-972-23-5497-4
Nº de Páginas: 568



SINOPSE
Inglaterra, 1866. O verão anuncia-se quente e, numa tarde de maio, um jovem morre afogado numa pedreira inundada de água. O incidente, que ocorre numa escola frequentada por rapazes oriundos de classes abastadas, permanece encoberto em mistério conduzindo a uma trágica saga de amor, poder e vingança que envolve sucessivas gerações de uma família de banqueiros. 

A história decorre entre a riqueza e a decadência de uma Inglaterra vitoriana, entre a City londrina e colónias distantes. O leitor acompanha a família Pilaster durante o período áureo do império britânico. Ken Follett inspirou-se num caso real de bancarrota ocorrido no século XIX para escrever este romance extraordinário.

Uma Fortuna Perigosa é uma saga familiar que envolve manipulação, crimes e política e que retrata a sociedade na época vitoriana e os negócios da banca.


O PASSO CONSTANTE DAS HORAS, Justin Go - Divulgação




«Uma das estreias mais sensacionais do ano.»Oprah Magazine




Em 1924, Ashley Walsingham morre ao tentar escalar o Evereste, deixando a sua fortuna a Imogen com quem teve um romance mas a quem não vê há sete anos. A herança nunca chega a ser reclamada.
Em 2004, Tristan recebe uma carta de uma firma britânica que levanta a hipótese de ser ele o herdeiro direto da imensa fortuna de Ashley. Se Tristan conseguir provar que é descendente de Imogen, a herança será sua. Mas tem apenas algumas semanas antes que o prazo legal para o fazer expire.
Dos aquivos de Londres aos campos de batalha do Somme e aos fiordes da Islândia, passando por Berlim e sul de França, Tristan tenta juntar as peças da história por detrás da fortuna por reclamar: um intenso romance dias antes de Ashley ser enviado para a Frente Ocidental e uma ousada expedição ao cume incógnito da montanha mais alta do mundo. Seguindo um rasto de pistas pela Europa, Tristan é consumido pela história de Ashley e Imogen. Mas ao aproximar-se da verdade percebe que talvez ande à procura de algo mais do que uma fortuna.


Deixe-se levar pela ... A Estação da Paixão




terça-feira, 3 de março de 2015

Recomeçar, Maria Dueñas - OPINIÃO


OPINIÃO

Recomeçar é uma obra que nos fala de culturas diferentes. Que nos fala de recomeços e de - pontos finais.
Uma mulher vê-se a braços com um marido infiel... com um marido que pensou amá-la. Mas a vida nem sempre é como pensámos ou como imaginámos e o que não se regra morre, morre como uma planta sem luz, sem sol...
A vida da nossa protagonista vai passar por muitas mudanças, mudanças estas que se vão revelar positivas...
Gostei desta leitura principalmente porque me fez refectir sobre a minha própria vida... e sobre as minhas acções - o que mais se pode pedir a um livro senão mesmo a reflexão?
Gostei.

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Já devias saber...agora é tarde demais, Jean Hanff Korelitz - OPINIÃO


Opinião:
Este é um livro do qual gostei muito.
Uma terapeuta tenta alertar as suas pacientes de que os erros dos namorados e maridos são visíveis logo nos primeiros encontros. No entanto, somos levadas a acreditar mais no amor do momento, do que naquilo que realmente vemos...
Entretanto, a nossa personagem principal vai experimentar algo que nunca vivenciou e ver que nem sempre o que nos salta aos olhos, entra-nos no coração.
É uma história cheia de amor, paixão, amizade e desilusão.
Gostei muito. Parabéns à Presença por mais esta publicação.

As mulheres não dão ouvidos ao que a sua própria intuição lhes diz sobre a verdadeira natureza dos homens - o que habitualmente lhes traz sérios problemas no futuro...


Grace Reinhart Sachs é terapeuta conjugal e, por comparação com a sua experiência clínica, considera a sua vida perfeita. Tem um casamento sólido, o marido é um oncologista pediátrico prestigiado, o filho de ambos, Henry, promete vir a ser um músico talentoso e fazem parte da elite de Manhattan. Mas quando Grace decide escrever um livro dissecando os mecanismos afetivos que fazem que muitas mulheres se tornem vítimas de relações infelizes, e está a poucas semanas do lançamento desse livro, toda a sua existência é abalada por um acontecimento inesperado, que vem pôr em causa tudo aquilo em que acredita. Afinal, Grace não conhece assim tão bem o seu marido e vê-se agora obrigada a refazer a sua própria vida. 



Já Devias Saber… Agora é Tarde Demais é um romance de extraordinária subtileza e inteligência, um thriller psicológico de nível excecional que não dá tréguas aos leitores.


quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

O Amor...


O Amor

O AMOR, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente...
Cala: parece esquecer...

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar, 
E se um olhar lhe bastasse
P'ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...

Fernando Pessoa


O Pintassilgo, Donna Tartt - OPINIÃO




OPINIÃO:
Que opinião escrever quando se adora um livro.
Este é certamente o livro ideal para uma leitura fantástica.
Um livro onde as emoções estão ao rubro, onde se fala de História, de amor, de amizade, de cultura... Tartt é sem dúvida uma escritora maravilhosa.
São perto de mil páginas de puro deleite.
Adorei.

Theo Decker, um adolescente de 13 anos, vive em Nova Iorque com a mãe com quem partilha uma relação muito próxima e que é a figura parental única, após a separação dos pais pouco antes do trágico acontecimento que dá início a este romance. Theo sobrevive inexplicavelmente ao acidente em que a mãe morre, no dia em que visitavam o Metropolitan Museum. Abandonado pelo pai, Theo é levado para casa da família de um amigo rico. Mas Theo tem dificuldade em se adaptar à sua nova vida em Park Avenue, e sente a falta da mãe como uma dor intolerável. É neste contexto que uma pequena e misteriosa pintura que ela lhe tinha revelado no dia em que morreu se vai impondo a Theo como uma obsessão. E será essa pintura que finalmente, já adulto, o conduzirá a entrar no submundo do crime. 

O Pintassilgo, vencedor do Prémio Pulitzer 2014, é um livro poderoso sobre amor e perda, sobrevivência e capacidade de nos reinventarmos.. Uma brilhante odisseia através da América dos nossos dias, onde o suspense e a arte são dois elementos decisivos para agarrar o leitor.


sábado, 17 de janeiro de 2015

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

A Sombra de um Passado, Carina Rosa - DIVULGAÇÃO


Sinopse
Conseguirá o verdadeiro amor apagar uma grande paixão?


Clara e Santiago vivem um casamento feliz e juntos planeiam construir um palácio de sonho para viverem com a filha Carolina. Mas quando, numa concentração de motas, Clara reencontra o homem que quase destruiu a sua vida, o passado mistura-se com o presente e a sua felicidade ao lado de Santiago é ameaçada. Hugo regressa após dez anos na prisão e Clara sabe que ele quererá vingança por ter sido abandonado e por tudo o que ela construiu na sua ausência. As inseguranças da menina inocente que foi um dia regressam e, com elas, a culpa e o sentimento doentio que nutriu em tempos por Hugo.



Uma história de amor, de sonhos e de perdas que nos leva ao mundo do crime, das drogas e da discriminação racial. Um tributo à família, aos que amam e sabem amar-se e à felicidade nas pequenas coisas.